terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Foi bonito? Foi. Foi quente? Foi.


"Olá eu sou Alice! Em uma sexta-feira no feriado do trabalhador fui a uma festa organizada pela meu ex namorado Pedro em Caldas Novas, cheguei a festa com meu atual namorado Thiago comecei a dançar e a beber um pouco e mais um pouco fui me soltando. Quando olhei Pedro e Thiago estavam conversando e rindo, ficavam olhando para mim e eu me sentindo muito incomodada com a situação, mas ao mesmo tempo relembrava de cada um em ação, eu realmente estava muito louca. Foi quando me deu vontade de ir ao banheiro, fui e estava lá fazendo xixi quando eles dois abriram a porta e já foram colocando seus paus para fora levando até minha boca, não tive como resistir comecei a chupar, estava tão gostoso que não dava vontade de parar. Pedro se sentou no chão com sua pica dura logo sentei colocando a nascente das minhas águas quentes naquela pica gostosa enquanto chupava os culhões de Thiago. Foi quando Pedro tirou da minha gruta e colocou no meu esconderijo obscuro, ai aquilo entrou me rasgando todinha me deitei sobre o Pedro e Thi veio colocando na minha bucetinha, duas picas maravilhosas, sendo uma MUITOOOOO menor que a outra, em mim, quando abriram a porta do banheiro dois desconhecido perguntando se podiam brincar mesmo que fosse de tempera com a porra de Pedro e Thiago toparam na hora. Fiquei assustada pois não conhecia os caras, mas todo mundo conhecia e eles pareciam ser bem populares. Um tal de Thales colocou sua pica imensa para fora fiquei louca enchi minha boca com sua pica e a do outro cara João, estava sendo fodida como nunca, foi quando eu ouvi alguém gritando BEREQUETEEEEEE e lá estávamos em circulo sentando no colo uns dos outros e tentando andar como se fosse Lego. Entre gritos, sussurros e êxtase me vi sendo empurra para o meio, os meninos resolveram fazer um circuito fechado e quando penso que não eles param e começam a gozar loucamente. Confesso que me senti sendo um biscoito quando os adolescentes brincam de limp bizkit, só que ninguém iria me comer de novo. Senti uma gota no olho, no umbigo, no na boca, na aureola, na costela e um fdp sujou meu cabelo todo, sujaram a porra toda, foi muito chato! O sorriso que ficou na cara de cada um foi inesquecível, minha cara de tristeza na hora de pensar em voltar pra festa também era impagável, pois eu estava toda gozada e o meu cabelo com dread natural. Todos saíram rindo mas eu estava tão feliz que fiquei ali deitada toda lambuzada, bom quando ia começar me limpar senti uma mão forte segurando meu cabelo olhei e tinham dois negros já com os paus para fora e me disseram "oxi, vai aonde? agora é nossa vez". Bom tive que dar para eles também, né?! Foi realmente quente!"

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Encontro Marcante


Meu nome é Pablo, tenho 31 anos, 1,69 de altura, 73 kg, tenho uma barriguinha de cerveja, sou branco, tenho olhos e cabelos castanhos, sou um cara normal, mas tenho meus atrativos e uma pica de 18x5 cm e sou muito safado. Moro em uma cidade de Minas Gerais.

A uns dois meses atrás conheci no bate papo uma gordinha aqui da minha cidade muito safada e viciada em sexo, transamos varias vezes e fizemos muita coisa juntos. Uma certa noite de sábado estava na net ate que meu deu sono e fui dormir deixando meu MSN aberto e qual não foi minha surpresa ao acordar no outro dia com uma mensagem dizendo assim: - to com vontade de meter com dois. Liguei pra ela no mesmo dia e marquei comum grande amigo meu de a gente meter vara nela no mesmo dia. A noite pegamos ela e levamos ela pra casa onde fizemos tudo o que queríamos com ela, oral, anal, DP, com direito a gozada na cara dela e ela ate bebeu leitinho de tora. Mas este não á a historia que quero relatar.

Outro dia eu tc com ela no MSN ela me disse que tinha gostado muito da nossa farra e disse que queria fazer de novo só que dessa vez com três homens, ela é muito gulosa e tem um fogo danado. Só que no meio de nossa conversa eu tive a idéia de perguntar se ela não tinha uma amiga pra participar dessa suruba com a gente e não é que ela tinha uma em mente. Ela combinou com a amiga dela. Ah, a gordinha se chama Nanda e a amiga dela Lucélia. Vou fazer a descrição delas aqui; a Nanda tem 34 anos, é fofinha, tem um pouco mais 1,65 altura, umas tetas deliciosas e boas pra fazer uma espanhola, um rabo gostoso e a bucetinha depiladinha e tem; a Lucélia tem 21 anos, loirinha, magrinha, olhos verdes claros, piercing no umbigo, uma bucetinha gulosa e completinha. Nisso eu arrumei mais dois amigos meus, Igor e Anderson quem tem uma piroca maior que a minha. Marcamos de nos encontrar e sair no sábado. Fui o primeiro q chegar no lugar marcado, depois chegaram as meninas em um Palio, entrei pro carro com elas e ficamos esperando meus amigos chegando e isso na rua lateral em frente a faculdade, mas como era sábado não tinha movimento, fiquei no carro beijando a lirinha e ela batendo uma punheta pra mim, 20 minutos depois chega meu amigo Anderson e fala que o Igor ia nos encontrar em um posto de gasolina perto do motel, fomos esperar ele no local combinado, eu estava no banco da frente dirigindo o carro com a loirinha ao meu lado e o Anderson estava com a Nanda no banco de trás na maior pegação já com o pau de fora e Nanda com os peitos de fora tbm já pagando um boquete pro Anderson. Com o carro parado em um local mais afastado e os vidros levantados a Lucélia tbm chupava meu pau com muita gula colocando meus 18 cm tudinho na boca e eu ia enfiando meu dedo em sua bucetinha que já estava escorrendo; enquanto ela me chupava eu batia uma siririca pra ela pq na posição em que estávamos dentro do carro não dava pra fazer outra coisa e assim fiz ela gozar pela primeira vez em meus dedos. Quando o Igor chegou fomos para o motel e chegando la eu tratei de pegar a Lucélia só pra mim pq nunca tinha saído com ela e cai de boca naquela bucetinha deliciosa chupando ela ate ela gozar novamente em minha língua, enquanto isso meu amigos fudiam a Nanda, um enfiando na buceta dela e outro colocando o pau bem fundo em sua garganta fazendo ela engasgar, eu olhova aquilo enquanto a loirinha pulava no meu pau comigo sentado no sofá que fez ela gozar novamente fazendo uma carinha de safadae de quem estava gostando de ter 2 paus só pra ela.

Nisso o Igor deixou o Andersom metendo com força na Nanda enquanto e veio dividir a loirinha comigo, deixei ele meter nela enquanto ela me chupava, ele metia nela com velocidade fazendo ela gozar ainda mais. Enquanto a gente fudia ela mais devagar o Anderson fazia a Nanda gozar na vara dele gemendo ele e chamando ele de cachorro safado e mandando ele meter com mais força e mais rápido, de repente ele tira a vara da buceta dela e enfia no rabo dela sem avisar e com força o que fez ela sangrar pelo cu, mas mesmo assim a vadia gemia ainda mais alto e gozava cada vez mais. Depois desse momento o Anderson abandonou a Nanda indo dar a vara pra Lucélia que não predeu tempo sentando no pau dele enquanto o Igor colocava no cuzinho dela e ela me chupava gostoso me fazendo gozar em sua boquinha e ela bebeu todo meu leitinho sem desperdiçar uma gotinha sequer. Depois dessa gozada fui dar me pau pra Nanda chupar que tinha ficado de lado por um tempo tirando umas fotos de nossa foda enquanto via a loirinha levando vara de dois com uma carinha de safada de quem estava gostando. Essa nossa farra durou umas 3 horas e foi muito. Também fomos os 3 meter na Nanda que gozou muito e deixamos as suas cansadas, principalmente a loirinha que ficou exausta, a Nanda queria mais mas nos já estávamos cansados, ainda mais eu que tinha ficado ate as 3 da madrugada metendo em uma coroa casada e tbm muito gostosa de foda e no dia seguinte eu ia viajar cedo pra passar minhas férias. O único que não conseguiu gozar foi o Anderson, pq segundo ele disse ele não consegue gozar quando transa com camisinha. Ianda vou fazer muita suruba e vou postar aqui. Espero que gostem do conto e se gostarem votem nele.

Beijos e abraços a todos.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Momento culto - vamos falar de poesia!

Gregório de Mattos é o que há!! Nunca gostei de literatura, sempre achei muito complicado viajar nos poemas e ter que descobrir o que o autor quis dizer quando escreveu altas coisas loucas, que só têm sentido depois que a professora explica! Mas o Gregório tem a manha! Tá certo que às vezes ele dá aquelas viajadas que fazem a gente ter que pensar um pouquinho, mas o cara num tem aquelas frescuras pra escrever... Olha esse:


A UMA QUE LHE CHAMOU “PICA-FLOR”

Se Pica-flor me chamais
Pica-flor aceito ser
mas resta agora saber
se no nome que me dais
meteis a flor que guardais
no passarinho melhor.
Se me dais este favor
sendo só de mim o Pica
e o mais vosso, claro fica
que fico então Pica-flor.



Explicando: o Gregório era muito magrinho, então um dia uma freira o chamou de PICA-FLOR (o mesmo que beija-flor) e ele, que era muito sapequinha, fez esse poeminha pra responder à freira! Gregório diz que aceita ser um pica-flor se assim ele puder "picar" a "flor" da freira (repare na conotação sexual presente nas palavras "picar" e "flor").
Adoro trocadilhos...


Ele também gostava de escrever sobre a Bahia, quase sempre falava mal, como nesse pedacinho aí:

De dous ff se compõe
esta cidade a meu ver
um furtar, outro foder.



Por essas e outras Gregório era conhecido com o "boca do inferno"...

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Pra variar, posso falar de amor!?

Às vezes a gente gosta tanto de alguém, que nos iludimos achando que esse alguém também gosta da gente. Daí acontece "a coisa" que eu considero o maior problema dos relacionamentos: sempre uma pessoa do casal tem o sentimento mais forte que a outra. Não sei o que é pior, você gostar demais de alguém, ou uma pessoa gostar demais de você!

Comigo aconteceu o seguinte... Me apaixonei (pela milésima vez!) e depois de muitos (mas muitos mesmo) desencontros rolou um pseudo-relacionamento.. Tô tentando resumir a história, porque ela é muito complexa, mas digamos que o cara aprontou comigo algumas vezes e eu, boba e apaixonada e boazinha que sou, deixava isso de lado, pois eu queria curtir o cara e não queria fazer drama.

Mas chegou uma hora que eu desisti... Aí comecei a pensar porque que não dava certo e cheguei a essa conclusão (e eu ainda tô pensando se mando esse texto pra ele ou não):

"A gente não dá certo porque você não gosta de mim. É simples assim.
Você nunca vai me amar do jeito que eu preciso, e eu nunca vou querer ficar com uma pessoa que não consiga me amar do jeito que eu preciso.
E você não vai mudar, e eu também não acho certo você mudar por causa de ninguém.
O certo é você achar uma pessoa que queira o amor do seu jeito, enquanto eu procuro alguém que me ame do meu jeito.
Além disso, eu acho que essas coisas não se ensinam, a gente simplesmente sente.
Não sei se é muita utopia minha achar alguém que me ame exatamente como eu quero, mas prefiro morrer tentando a viver incompleta."

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Oh, meu japa...




Me cadastrei em um site de relacionamentos onde creio que muitos já conhecem, e lá me cadastrei como casado_bi_23anos e varias pessoas mandaram mensagens para mim, alguns sim me interessaram outros não porém respondi a todos sem exceção claro com respeito e cautela para não ofender ninguém, uma vez eu estava verificando e respondendo as mensagens que eu recebi e aproveitei para ver se tinha alguém que me agradasse, nunca busquei namorado porém a pessoa que encontrei mudou minha vida e meus sentimentos.

Encontrei e vi um perfil que me agradou muito, vi as fotos li os comentários e resolvi mandar uma msg com o meu endereço no msn, pouco tempo depois ele me adicionou aceitei e começamos a tclr, trocamos fotos e marcamos para nos encontrar-mos, daí a 1ª loucura convidei ele para nos encontrar-mos próximo a minha casa, já que minha esposa estava viajando, nos conhecemos e nos agrada-mos um com o outro, 2ª loucura queria muito curtir com ele e o convidei para ir até a minha casa, cara chegamos lá fiz uma coisa que nunca tinha feito na vida com outro homem, beijei e beijei muito nosso tesão estava cada vez maior, fomos direto para a minha cama, lá o chupei, mais chupei muito como nunca havia chupado ninguém antes, logo depois cheio de tesão levei uma chupada no cú que nunca pensei que fosse possível, não que nunca fiz porém essa sim foi com uma grande intensidade, todo o meu corpo ficou arrepiado, eu gelei, gemi, dei gritinhos de prazer e me contorci todo de tesão, daí para a 3ª loucura foi um passo, ele se posicionou e me penetrou sem camisinha mesmo (não façam isso é muito perigoso) porém estava tão excitado e relaxado que não senti nem um pouco de dor só prazer, cada centímetro que ele me penetrava mais tesão eu sentia, em pouco tempo senti os seus pentelhos tocando em minha bunda daí para frente só foi lazer ele beijou as minhas costas e falava palavras carinhosas como “você e muito gostoso, entre outras” começaram as estocadas gostosas como foi todo o começo, mudamos varias vezes de posição ele demorava muito para gozar, porem não, não estava ruim, estava sim, muito bom, bom mesmo.
Após muito tempo de sexo gostoso senti que ele já estava perto de gozar, não demorou muito e ele me avisou já gemendo e depositando todo aquele tesão dentro de mim, como nunca havia sentido antes, já que eu senti tanto as contrações do seu pau e a quentura do seu gozo que me inundou com muito tesão, após o seu orgasmo ele me beijou e me fez gozar também com o mesmo tesão do inicio, foi maravilhoso e magico.

O melhor ainda estava por vir e foi o depois da transa, conversamos muito nos beijamos e namoramos, como nunca namorei ninguém, disse pra ele que nunca tinha sentido com ninguém o que tinha sentido com ele que foi magico e maravilhoso, ele disse que adorou e marcamos outras, disse à ele que ele era o homem perfeito para uma paixão e que eu tinha medo que isso viesse a acontecer, daí ele respondeu, que não me preocupasse pois não era isso que ele queria, nos arruma-mos e o levei até a parada de ônibus conversa-mos mais enquanto esperamos a condução que o levaria para longe de mim, ao partir ficou uma promessa de nos encontrar-mos mais vezes, o que realmente aconteceu, hoje nos vemos bem menos, por conta de dificuldades pessoais e desencontros nos nossos horários, porém sinto muita saudades dele, e o mais doí em mim e o que sei que ele não sabe, é que eu o amo, amo muito como nunca amei ninguém, e por mais que eu não queira sofro de saudades dele todos os dias em que não o vejo. TE AMO meu JAPABOY.
Se quiserem trocar relatos, experiências ou me aconselhar sobre como eu me dar com esse novo sentimento, entrem em contato que responderei a todos, um forte abraço.

Perdendo o selinho do sedex



O que precisam saber é o seguinte, sou bem gostosinho e tenho uma bundinha deliciosa... mas nunca havia usado com outro homem... Graças a Internet, conheci um rapaz que optou por me pegar um dia desses... combinamos um local e fomos para um motel... Meu coração parecia que ia sair pela boca... tinha colocado uma calcinha bem pequeninha e logo que descemos do carro e entramos no quarto ele já veio me pegando e me colocando de costas pra ele... chegou junto sem dó... e senti pela primeira vez aquele volume enorme me cochando a bundinha, que delícia, não estava conseguindo acreditar... abaixei a calça e fiquei só de tanguinha e ele me pediu pra ficar de 4 na cama, obedeci imediatamente... e prontamente ele veio em direção ao meu rabo puxou a calcinha de lado abriu bem a minha bundinha e colocou aquela lingua aspera quente e enorme a percorrer o meu cuzinho... que maravilhosa sensação... cuspiu bastante no meu enfio um dedo e eu gemendo de tanto tesão... que loucura, não aguentei pedi pra meter logo no meu rabinho (e isso ainda não tinha nem visto o tamanho do pau do menino)... ele subiu na cama e abaixou o shorts... MINHA NOSSA... era enorme pra mim... ele me puxou pelos cabelos em sua direção que não tive escapatória... e cai direto de boca naquela rola... hummmm que delícia... nunca tinha pego numa rola de outro homem... chupei e empurrei ele para o canto da cama onde tinha um encosto pedi pra ele sentar lá e fiquei de 4 na cama (adoro ficar de 4) e fiquei olhando no espelho chupando aquela rola e pedi pra que enfiasse seus dedos no meu cuzinho ... que imagem maravilhosa... ficamos assim por um bom tempo... então ele saiu chupou meu rabinho mais um pouco e ROLA NO MEU CÚ, de uma só vez ele socou sem dó... GRITEI GRITEI GRITEI... que nem uma puta no cio... que dor MARAVILHOSA eu sentia... e ele começou a socar até botar tudo dentro de mim... (coloquei a mão no seu pau enquanto socava pra ver se entrava tudo e entrava)... me comeu assim por mais um ótimo tempo... me puxou e colocou eu de franguinha assada... e rola... coloquei meu pau de lado e fiquei olhando aquele mastro entrando e saindo (não acreditava mesmo)... Me colocou novamente a chupar o seu pau... até que cansei a boca... e olhou bem nos meus olhos e falou que agora queria gozar... me chamou de cadelinha, assim ... fica de 4 agora sua cadelinha que quero gozar no seu rabinho... me pegou com força pela cintura mirou seu cacete bem na portinha do meu cuzinho socou tudo novamente sem dó me puxou pelo cabelo roçou sua barba no meu pescoço e me disse no ouvido (eu todinha arrepiada) e disse agora vc vai sentir o que é uma rola de verdade explodir dentro de vc... soltou da minha e tapas e mais tapas na minha bunda... (QUE DELÍCIA)... e cada vez que me dava um tapa com mais tesão eu ficava... e cada vez mais empinava meu rabinho pra ele... e hora batia ... e hora empinava e puxava meu cabelo... havia momentos que eu não aguentava até tentava fugir do seu pau mas dai ele me segurava pela cintura com muita força e eu não conseguia reagir ... quando senti que eu estava gozando sem ter colocado a mão no meu pau... e gozei gozei como jamais havia gozado e o meu cuzinho começou a piscar no seu pau... e ele voltou a roçar a barba no meu pescoço e disse... ASSIM MINHA PUTINHA CADELA... GOZA E PISCA ESSE CUZINHO NO MEU PAU... PISCA O CUZINHO VADIA... E comecei a forçar o cuzinho piscar pedindo para ele gozar dentro de mim... NOOOOOOOOOOOOOOOOOOSSSSSSSSSSSSSSSA.... Ele começou a fuder com muito força (que delícia) e segurar com gosto na minha cintura... ele socava e eu rebolava e piscava o cuzinho... e ele não parava nunca.... até que muito depois eu senti... NOOOSSSA... E COMO SENTI O SEU PAU INCHANDO DENTRO DE MIM.... PRECISO DISSO DE NOVO... LOGO... NÃO VEJO A HORA... E caiu por cima de mim ... senti o seu peso todo... a sua rola sedenta pelo meu rabinho... Nunca havia feito isso.... não me arrependo adorei tudo... inclusive quando fui tomar banho me masturbei gostoso segurando a sua rola e ele enfiando o dedo no meu cuzinho empinado na sua mão... até...

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Qual é o seu!?




Pode escolher...

Eu escolho o da gulosa... Podem ficar com os outros!

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Sexo de primeira, pode?!

Esse é um assunto polêmico. Eu mesma já mudei de opinião várias vezes.. Mas acho que agora já consegui formar uma idéia que julgo a mais coerente.

Depois de ler muito, conversar com homens e analisar minha própria vida, percebi que é unânime: quer um relacionamento sério?! Então "se guarda"... Simples assim!

Vou explicar pras mais ingênuas como os homens funcionam: homens querem sexo.

Se você der de primeira, ele vai ter o que quis, aí ele só vai te procurar denovo quando quiser sexo fácil. E geralmente ele não te procura, o segundo encontro é quase sempre "sem querer", ou em turma, aí quando ele percebe que vai voltar sozinho pra casa já começa a jogar um charme e aí... PÁ!

Agora, se você faz um charme e não cede, isso vai fazer com que o cara queira sair com você denovo (e não pense que ele tá apaixonado, ele ainda só quer te comer!). Mas é aí que você tem a oportunidade de mostrar pro cara que você é uma menina legal e que é bom passar o tempo com você. E lembre-se, isso não é uma fórmula mágica! Se você for uma chata no "primeiro encontro", não adianta que o cara não vai querer nem marcar um segundo.. E também não precisa ser uma santa pro menino perceber que você presta, tem que desenvolver uma pegada, de preferência que deixe o cara louco, querendo mais, só imaginando como vai ser...

Eu sei que é meio machista pensar desse jeito, mas é assim que as coisas funcionam! Eu mesma já achei essas teorias bem ridículas. Sempre defendia que para um relacionamento ser bom, o sexo tem que ser ótimo, então não tinha problema fazer de primeira, porque aí a gente já via se o relacionamento tinha futuro ou não. Mas analisando todo meu passado eu percebi que o negócio não é bem assim: 100% dos sexos de primeira não deram em nada (no máximo rolaram outras vezes, mas sem o menor compromisso.. sempre aquele caso do fim de festa..). Agoras das incríveis QUATRO (!!!) vezes que "me guardei", rolou um relaciomento.. PORÉM, algumas outras vezes que eu "me guardei" acabou não rolando mais nada depois!


Resumindo então: se você acha que o cara vale a pena pra ter um relacionamento, se guarda. Mas se você sentir que aquilo não vai dar em nada mesmo, então se joga! Nada melhor que um sexo sem compromisso pra melhorar o humor de uma garota! ;)
Ah! nunca se esqueça: não se apaixone!!! hehehe..


ps: isso vale pras mulheres.. no caso dos homens, eles podem fazer o que quiserem de primeira, porque se for bom, a menina apaixona de qualquer jeito!

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Poeminha Picareta

Picareta
Pica reta?
Picar, eta!
Pic Areta...
Pi! Careta.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Reforma

Sai de casa na reforma...

domingo, 25 de janeiro de 2009